A vez e a voz das gentes e das artes
22
Jul 15
publicado por jornaloarrifana, às 17:36link do post | comentar

 

Alguns não puderam vir! Sempre foi assim há dezassete anos! Há sempre um Amigo convidado…e não pode vir! Mas que saudades! E o Tempo passa! E nós vamos brincando com o Tempo! Somos assim! Somos felizes aqui…neste momento! E estes momentos são Únicos! As sardinhas, as fêveras, os entrecostos a saltitar…uma prosa desenfreada cheia de cheiros perfumados! E nós a gulosar-nos! A mesa está cheia de sabores de poemas feitos da terra! As azeitonas, a broa, as cebolinhas, os pimentos a inchar os lábios e o vinho de repente a temperar os sabores! Vem…vem daí e solta a tua rebeldia poética…canta os nossos viveres com rimas soltas ao desafio! E o vinho cantou e pulou em canecas de barro. As colheitas…essas são cada vez mais seleccionadas e mais puras…em poemas de várias castas! E nós continuamos a escrever a nossa Poesia em páginas soltas…vivendo cada Momento com mais vontade! E os nossos Amigos já a contar os dias, daqui a um ano!

AMF 


mais sobre mim
Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17
18

19
20
21
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO